Atualização nos Princípios de Unidade

A Tradição Reclaiming tem, em sua única liturgia – os Princípios de Unidade – uma parte que a descreve como uma “tradição evolutiva, dinâmica”. Esta evolução e dinamismo são acompanhados por uma organicidade intrínseca à nossa bruxaria, que nos torna capazes de honrar e reconhecer nossas raízes, refletir sobre nossos frutos presentes, e co-criar um futuro que projete nossos anseios e desejos.

Há mais de um ano, o grupo DARC (Ações Decoloniais em Comunidades Reclaiming) vem propondo uma mudança nos Princípios de Unidade capazes de transmitir a nossa intenção em acompanhar dinamicamente o desenvolvimento social do mundo a nossa volta. A proposta foi reestruturar uma parte específica dos nossos Princípios de Unidade, com dois principais objetivos:

1- Retirar a Rede “não prejudicando ninguém, faça o que quiser”, entendendo e deixando claro que Bruxas Reclaiming não pertencem ou são um ramo de Wicca, tampouco alinham-se com esta máxima. Nossas raízes não provêm deste lugar.

2- Incluir que somos uma Tradição antirracista de bruxaria, que se compromete a centralizar e elevar vozes de pessoas negras, indígenas e de cor/raça mista, e que realmente se movimenta de forma ativa para isso.

Após mais de um ano de grandes discussões com a proposta oferecida pelo grupo DARC em diversas comunidades ao redor do mundo, nos reunimos em nosso maior evento internacional – o Conselho do BIRCH – e concordamos em uníssono consenso em aprovar esta nova proposta.

Sendo assim, mudamos pela segunda vez na história de nossa tradição a única liturgia que compartilhamos. A primeira vez, em 2012, por querermos ser mais inclusivos quanto a gênero. Agora, em 2021, por querermos ser mais inclusivos quanto à raça. Abaixo, seguem as mudanças feitas no 5º parágrafo dos PdU:

Nossa tradição honra o selvagem, e chama para servir à Terra e à comunidade. Trabalhamos de diversas maneiras, incluindo a não-violência como uma ação direta, para todas as formas de justiça: ambiental, social, político, racial, de gênero e econômica. Somos uma Tradição antirracista que se esforça para elevar e centralizar as vozes de NIPdC (pessoas Negras, Indígenas e pessoas de cor). Nosso feminismo inclui uma análise radical de poder, considerando todos os sistemas de opressão como inter-relacionados, enraizados em estruturas de dominação e controle.

A Reclaiming Brasil teve papel ativo durante todo o processo, por ser uma comunidade Reclaiming existindo em um país dito Terceiro Mundo, ainda profundamente enterrado em processos coloniais, e por possuir como boa parte de seus membros pessoas negras dos mais variados tons de pele/pessoas de cor e pessoas de raça mista.

Acreditamos que somente através da inclusão e justiça radicais podemos mudar o mundo. E é através da magia que podemos fazer esse processo.

Agradecemos ao grupo DARC por propor um feitiço tão potente e poderoso quanto este. Agradecemos ao Comitê do BIRCH por tecer a magia deste grande Conselho. E agradecemos aos Representantes de Comunidades Reclaiming que não só apoiaram esta proposta, como se comprometeram a levá-la a frente enquanto um feitiço coletivo.

Somos uma tradição de Bruxaria. Somos Bruxas. Somos Reclaiming.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s